Foto: W. Quatman, Parque Nacional Chapada dos Veadeiros

Governo Bolsonaro boicota IBAMA e ICMBio no caso Yanomami

A ASCEMA Nacional, composta por entidades representativas dos servidores da carreira de especialista em meio ambiente, que integra o corpo de servidores do Ministério do Meio Ambiente, Ibama, ICMBio e Serviço Florestal Brasileiro, repudia os sucessivos ataques promovidos por garimpeiros e solidariza-se aos povos indígenas.

Como servidores públicos, declaramos que jamais compactuaremos com o genocídio e violência contra os indígenas, decorrente dessa gestão ambiental e territorial desastrosa e reafirmamos o nosso compromisso com a sociedade em proteger e promover o uso sustentável dos nossos recursos naturais, ao passo que exigimos da administração do Ibama, do ICMBio e do Ministério do Meio Ambiente a resolução dos problemas gerenciais relacionados à carreira de especialista em meio ambiente, pois somente com a carreira fortalecida é possível fazer frente ao crime ambiental de forma eficiente.

Leia a nota na íntegra e conheça um pouco mais sobre o desmonte ambiental promovido pelo governo Bolsonaro. As consequências, cada vez mais, são notícia internacional, mostrando o agravamento da crise e os incomensuráveis prejuízos ao meio ambiente e à sociedade.

Por isso, e muito mais, é #ForaBolsonaro ontem, hoje e até 30 de outubro, ou antes disso.