Foto: W. Quatman, Parque Nacional Chapada dos Veadeiros

Notícias

“Helicóptero do IBAMA é incendiado em Manaus”

Nota de apoio e solidariedade às instituições atacadas e em situação de risco eminente

Foto: divulgação

Na madrugada do dia 24/01/2022 foi incendiado um helicóptero a serviço do IBAMA, em Manaus, Amazonas. Esse evento é mais um de uma série de atentados contra o Estado brasileiro, que tem os órgãos ambientais e os servidores do IBAMA e ICMBio como alvos.

Tal fato é mais uma das retaliações ao trabalho de combate ao crime ambiental na Amazônia, em especial aos crimes associados ao garimpo ilegal, à grilagem de terras, ao desmatamento ilegal e ao tráfico de animais silvestres.

Infelizmente, fatos assim têm se tornado assustadoramente constantes, e sem que as autoridades competentes tomem as providências com a celeridade e a energia que os casos requerem.

O ataque não foi somente ao IBAMA, ao ICMBio, ou aos servidores, mas marca um atentado ao Brasil e ao Estado de Direito. Esses ataques criminosos à sociaedade e às instituciões serão cobrados na história e na justiça do Governo que os estimula, inclusive mediante falas do presidente da República. 

As palavras do presidente da República que desde a campanha até atualmente ataca os órgãos ambientais, serve de empoderamento dos criminosos. Nota-se total alinhamento entre as falas do Presidente e os criminosos, por exemplo, quando cita como motivo de alegria a redução de multas em “80%” em meio a maior alta de desmatamento dos últimos anos.

A ASCEMA Nacional se solidariza com as instituições constantemente atacadas, e principalmente, exige que medidas de segurança sejam efetivadas para preservar a vida e a incolumidade dos servidores do IBAMA e do ICMBio, em especial os que participam de atividades de fiscalização.

Veja outras Notícias